Sexta-feira, 18 de Abril de 2008

Horizonte...

 

"O sonho é ver as fórmas invisiveis

Da distância imprecisa, e, com sensíveis

Movimentos da esperança e da vontade,

Buscar na linha fria do horizonte

A árvore, a praia, a flor, a ave, a fonte -

Os beijos merecidos da Verdade."

                                                         Fernando Pessoa, in Mensagem

publicado por flavicirc às 18:26

link do post | comentar | favorito

Uma imagem...

 

"Falhamos ao traduzir exactamente o que se sente na nossa alma: o pensamento continua a não poder medir-se com a linguagem."

                                                                         Henri Bergson

publicado por flavicirc às 18:15

link do post | comentar | favorito

Porta-Chaves

                               

        É nestas ruelas que, durante o dia, pairam a calma e o silêncio, mas... durante a noite a agitação e o divertimento são uma constante.

                      

Entre casas, janelas e varandas passa-se tudo o que de mais belo  pode acontecer por Chaves. 

 

"Da mais alta janela da minha casa

Com um lenço branco digo adeus

Aos meus versos que partem para a humanidade.

 

E não estou alegre nem triste.

(...)

Passo e fico, como o Universo."

                                               

                                                              Alberto Caeiro

 

    Aqui estemos, na Praça Camões, uma homenagem ao grande poeta da literatura portuguesa.

 

"Algum repouso, enfim, com que pudesse

Refocilar a lassa humanidade

Dos navegantes seus, como interesse

Do trabalho que encurta a breve idade.

Parece-lhe razão que conta desse

A seu filho, por cuja potestade

Os deuses faz decer ao vil terreno

E os humanos subir ao céu sereno."

 

Luís Vaz de Camões, in Os Lusíadas

 

                                                

                            

 

"Hé-lá as ruas, hé-lá as praças, hé-lá-hô la foule!

Tudo o que passa, tudo o que pára às montras!

(...)

Tudo o que passa, tudo o que passa e nunca passa!

Presença demasiadamente acentuada das cocottes;

Banalidade interessante (e quem sabe o quê por dentro?)

Das burguesinhas, mãe e filha geralmente,

Que andam na rua com um fim qualquer."

                         

                                                                             Álvaro de Campos

     

 

"Passar a limpo a Matéria

Repor no seu lugar as cousas que os homens desarrumaram

Por não perceberem para que serviam

Endireitar, como uma boa dona de casa da Realidade,

As cortinas nas janelas da Sensação

E os capachos às portas da Percepção

Varrer os quartos da observação

E limpar o pó das ideias simples...

(...)"

 

                                                             Alberto caeiro

 

 

"A palidez do dia é levemente dourada,

O sol de Inverno faz luzir como o orvalho as curvas

Dos troncos de ramos secos.

O frio leve treme."

 

                                       Ricardo Reis

 

 

"Pára, meu coração!

Não penses! Deixa o pensar na cabeça!

Ó meu Deus, meu Deus, meu Deus!

Hoje já não faço anos.

Duro.

Somam-se-me dias.

Serei velho quando o for.

Mais nada.

Raiva de não ter trazido o passado roubado na algibeira!..."

 

                                                                                    Álvaro de Campos

publicado por flavicirc às 15:06

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 17 de Abril de 2008

Programa Polis na Cidade de Chaves

A intervenção do Programa Polis na Cidade de Chaves abrange uma área de aproximadamente 351 hectares, compreendendo as margens do rio Tâmega entre o Açude dos Agapitos e a zona dos Lagos, a montante da Estação de Tratamento de Água de Sta. Cruz, as margens das ribeiras do Caneiro e do Rivelas, as zonas do Complexo Termal, do Jardim do Tabolado, do Jardim Público, da envolvente dos fortes de S. Francisco e de S. Neutel e ainda uma nova ponte pedonal sobre o rio Tâmega.

A intervenção compreende a requalificação das margens do Rio Tâmega, devolvendo ao Rio o seu papel estruturante da Cidade. Esta intervenção proporcionará um significativo desenvolvimento de Espaços Públicos e, sobretudo, de Áreas Verdes, naturalizadas, permitindo a criação de um extenso corredor pedonal ao longo das margens do Tâmega, atravessando todas as zonas intervencionadas, dotado de ciclovia, áreas de estada, com uma forte identidade, fruível como um todo, mas multifuncional conforme as características das diversas áreas de intervenção que vai atravessando.

A preservação de sistemas naturais em ambiente urbano, ao longo das margens do rio Tâmega, com a constituição de uma extensa estrutura verde, contínua, desde os Lagos de Santa Cruz (Norte) até a zona dos Agapitos (Sul), incluindo a criação do novo Parque Urbano da Galinheira e a requalificação dos actuais Jardim do Tabolado e Jardim Público, a revitalização da actividade piscatória, em tempos existente, o reforço da vocação termal e a construção de percursos ribeirinhos pedonais e ciclovias constituem os aspectos mais marcantes desta Intervenção, no que respeita à valorização paisagística e ambiental da Cidade de Chaves.

O reforço da ligação entre as duas margens do rio, junto ao Centro Histórico, permite centralizar a Cidade em torno do Rio Tâmega e do Centro Histórico, reencontrando-se com a sua génese geográfica e histórica.

Será, igualmente, construído um Centro de Interpretação e Monitorização Ambiental que, para além de desenvolver acções de sensibilização ambiental, proporcionará o acompanhamento contínuo dos diversos indicadores ambientais.

A partir deste conjunto de intervenções previstas no Programa Polis para a Cidade de Chaves, julga-se que poderão ser plenamente conseguidos os objectivos preconizados pelo Programa, especificamente a requalificação urbana e a valorização ambiental destas zonas da cidade.

Além destas, encontram-se igualmente previstas diversas outras acções de regeneração/reconstrução/valorização do espaço público e/ou do património classificado e edificado, aproveitando o momento e as sinergias criadas pelas demais intervenções de requalificação e de valorização do Programa Polis, mas que, apesar de executadas “em simultâneo” e de uma forma coordenada com o Programa Polis, não são por este financiadas, dependendo a sua concretização da promoção e, sobretudo, de investimentos provenientes de outras entidades, públicas ou privadas.

De entre estas “outras acções” salienta-se a construção do Pavilhão Multiusos de Chaves, do Parque Urbano da Galinheira (2ª Fase), do Complexo Lúdico da Água Quente (Piscinas), da nova Biblioteca Municipal e ainda o restauro e reabilitação do Complexo Termal e a remodelação do Cine-Teatro de Chaves, equipamentos importantes do ponto de vista da dinamização e atracção da cidade. Estando localizadas em plena zona de intervenção do Programa Polis, reveste-se de todo o sentido a sua promoção conjunta e simultânea de modo a concretizar-se uma correcta e necessária requalificação urbana e valorização ambiental destes espaços.

 

 

publicado por flavicirc às 18:33

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Abril de 2008

AGENDA CULTURAL DE ABRIL

Dia 1 (Terça) até 12 de Abril (Sábado) – Exposição de Artes Plásticas EUROCIDADE CHAVES-VERIN
 
10h00 – 12h00 e 14h00 e 18h30 Segunda a Sexta-feira
14h00 – 18h00 Sábados
 
Org.: Chaves Viva, Município de Chaves e Concelho de Verin
Integrada no projecto Eurocidade Chaves – Verin
 
Sala Multiusos do Centro Cultural de Chaves
 
 
Dia 1 (Terça) até 30 de Abril (Quarta) – Exposição ALUÍZIO LOUREIRO
 
Do seu currículo destacam-se: a Medalha de Bronze no 1º Salão Nacional de Artes Plásticas do Médico, Rio de Janeiro, em 1988, e a publicação de três trabalhos em técnica óleo sobre tela, no livro “Arte Médica” em 1995.
 
Org.: Tamagani – Associação de Artistas Plásticos do Alto Tâmega e Val de Monterrei
 
Galeria de Arte – Adega do Faustino
 
Dia 3 (Quinta) – Apresentação do livro TURISMO CULTURAL E RELIGIOSO EM BRAGA E SANTIAGO DE COMPOSTELA: proposta de criação de um projecto conjunto, de Varico da Costa Pereira
 
18h00
 
Apoio: Direcção-Geral de Turismo – Junta da Galiza
 
 Biblioteca Municipal de Chaves
 
 
27º Festival Internacional de Teatro OS CORCUNDAS de Breno Moroni
 
Entrada: 1,50 €
 
21h30
 
Uma pantomima que conta a saga de dois corcundas errantes. Uma bela história de amor entre dois feios… Bonitos por dentro, adaptável a qualquer tipo de público, de crianças a adultos.
Org.: Chaves Viva/Câmara Municipal de Chaves e Teatro de Vila Real
 
Cine Teatro Bento Martins
 
 
Dia 4 (Sexta) até 5 de Abril (Sábado) – Jornadas INVESTIGAÇÃO EM ENFEMAGEM, 2º Curso de Pós Licenciatura de Especialização em Enfermagem
 
Org.: Escola Superior de Enfermagem de Chaves
 
Escola Superior de Enfermagem de Chaves
 
 
Dia 10 de Abril (Sábado) – 27º Festival Internacional de Teatro BUCKET da Companhia Palmilha Dentada
 
Entrada: 1,50€
 
21h30
 
Um balde divide o mundo. Havendo um balde, há o que está dentro e o que está fora. Um balde também é um bom ponto de partida para as histórias que se querem contar…
 
Org.: Chaves Viva/Câmara Municipal de Chaves e Teatro de Vila Real
 
Cine Teatro Bento Martins
 
 
Dia 11 (Sexta) até 30 de Abril – Exposição NANDO CARVALHO
 
Do seu currículo destacam-se a participação nalgumas bienais de pintura e o contacto mantido com alguns artistas e galerias parisienses.
 
Org.: Tamagani – Associação de Artistas Plásticos do Alto Tâmega e Val de Monterrei
 
Sala de Exposições do Hospital Distrital de Chaves
 
 
Dia 12 de Abril (Sábado) – Concerto de Páscoa CORAL DE CHAVES
 
21h15
 
Narração do caminho que vai da morte à ressurreição de Cristo. Com a participação de músicos convidados, interpretam-se, neste concerto, obras de compositores tão heterogéneos com Vivaldi e Messiaen ou Handel e Verdi, bem como dos portugueses Manuel Faria e Joaquim dos Santos, estreando-se, deste último, duas obras encomendadas pelo Coral de Chaves.
 
Org.: Coral de Chaves
 
Apoio: Chaves Viva/Câmara Municipal de Chaves
 
Igreja Matriz
 
 
Dia 14 (Segunda) até 30 de Abril (Quarta) – Exposição “O QUE É O TEATRO?”
 
Exposição integrada nas comemorações do Dia Internacional do Teatro
 
Org.: Ministério da Cultura Direcção-Geral das Artes, inserido no Programa TERRITÓRIO ARTES
 
Apoio: Câmara Municipal de Chaves
 
Biblioteca Municipal de Chaves
 
 
Dia 15 de Abril (Terça) até 12 de Maio (Segunda) – Exposição de Artes Plásticas EUROCIDADE CHAVES-VERIN
 
Org.: Chaves VIVA, Município de Chaves e Concelho de Verin
Integrada no projecto Eurocidade Chaves-Verin
 
Casa do Escudo de Verin
 
   
Dia 17 de Abril (Quinta) – 27º Festival Internacional de Teatro NOVECENTOS O PIANISTA DO OCEANO da Companhia Peripécia Teatro
 
Entrada: 1,50€
 
21h30
 
Novecentos é o nome do protagonista desta história, e um pianista excepcional que nunca nasceu do Virginian o paquete que recorria nos princípios do século XX as rotas de emigrantes e milionários entre a Europa e a América…
 
Org.: Chaves Viva/Câmara Municipal de Chaves e Teatro de Vila Real
 
Cine Teatro Bento Martins
 
 
Dia 24 de Abril (Quinta) – Jazz BOSSA ANTIGUA
 
21h30
 
Um projecto musical flaviense que conjuga elementos harmónicos de derivação jazzística com melodias fluidas e elegantes da bossa nova.
 
Saxofone alto e tenor: António Rodrigues
 
Bateria: António Oliveira
 
Contrabaixo: Álvaro Anjos
 
Piano: Daniel Louro
 
Org.: Chaves Viva/Câmara Municipal de Chaves
 
Sala Multiusos do Centro Cultural de Chaves
 
 
Dia 25 de Abril (Sexta) – Comemorações 25 DE ABRIL
 
10h00
 
Hastear da Bandeira Nacional, na Praça de Camões
 
Arruada com a Banda Municipal Flaviense “Os Pardais”
 
10h15
 
34ª Corrida da Liberdade, partida no Largo General Silveira
 
14h30
 
5º Encontro Municipal de Futsal Infantil, no Pavilhão Municipal de Chaves
 
21h30
 
Conjunto Musical NOVA DIMENSÃO, no Largo General Silveira
 
Org.: Chaves Viva/Câmara Municipal de Chaves
 
Chaves
publicado por flavicirc às 21:07

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 9 de Abril de 2008

Carnaval*

 

          Dia 1 de Fevereiro, as ruas da nossa cidade encheram-se de crianças. O tema do desfile de carnaval, As Profissões, deu aso à imaginação e o resultado está à vista: disfarces bem originais que encantaram todos os que assistiam... Houve camponeses, bombeiros, pintores, pescadores e muito mais!

Até a nós nos deu vontade de saltar para o meio da rua e brincar ao Carnaval =)

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por flavicirc às 10:44

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O Projecto...

. Horizonte...

. Uma imagem...

. Porta-Chaves

. Programa Polis na Cidade ...

. AGENDA CULTURAL DE ABRIL

. Carnaval*

. As ruelas...

. Avaliação do 2º Período

. Relatório das Actividades...

.arquivos

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Um olhar sobre o Tâmega...

blogs SAPO

.subscrever feeds